Empresas participam de Hackathon em busca de mulheres para turbinar a área de TI

FCamara, empresa de transformação digital, participou do Talent Fest em busca de talentos para agregar ainda mais valor ao seu time

Redação 07/12/2018
Redação 07/12/2018

Estudos e pesquisas sobre mercado de trabalho no Brasil e no mundo demonstram que as mulheres ainda são minoria na área de TI. Elas estão se destacando aos poucos e segundo dados apresentados no evento Women in Tech, realizado em outubro, apenas 8% das vagas de desenvolvedores de todo o mundo e 11% dos cargos executivos das empresas de tecnologia no Vale do Silício (EUA) são ocupados por mulheres. 

No Brasil, cada vez mais as empresas estão em busca das mulheres para compor seus times. A FCamara, por exemplo, é uma empresa de transformação digital que enxergou a importância da presença feminina na área. A empresa participou do Talent Fest – Hackathon 100% formado por mulheres. A maratona foi iniciativa da Laboratoria – empreendimento social dedicado à formação de mulheres na área de tecnologia. Por 6 meses, as candidatas se dedicaram a atividades e projetos que foram apresentados para 12 empresas – que colaboraram como mentores no desenvolvimento de um trabalho final.

No caso da FCamara, o desafio era dar suporte às alunas na construção de um Dashboard Analítico e, como resultado, a empresa recebeu ótimos feedbacks em relação ao seu empenho com a equipe. “A presença constante da equipe de mentores foi fundamental para o desenvolvimento das alunas. O grupo trabalhou com engajamento e o resultado foi incrível: elas entregaram o desafio completo, com todos os requisitos exigidos. As alunas realmente sentiram que a presença e o acompanhamento dos mentores foi fundamental para a integração e motivação, desde a organização das atividades até a entrega do produto final”, comenta Samantha Cunha, coordenadora de desenvolvimento pessoal da Laboratoria.  

De acordo com alguns participantes, a FCamara foi uma das empresas que mais se integrou com a equipe durante os dois dias do Hackathon e isso foi fundamental para o desenvolvimento motivacional dos participantes. “A equipe foi muito presente, durante a noite deu apoio remoto e fizeram dinâmicas para ajudar as meninas na apresentação do desafio, ajudando-as a verem seus pontos fortes e fracos.”

Oportunidade de emprego 

Ao participar de eventos como esses, as profissionais puderam conhecer grandes empresas e profissionais da área. Além da troca de aprendizado, a maratona também possibilitou que muitas conseguissem uma chance de embarcar no mercado de trabalho. Foi o caso da jovem Giovanna Hirao, que foi convidada pela empresa FCAMARA para fazer parte de seu time. “Gostamos de participar do evento e ficamos felizes de encontramos um talento feminino para formar nosso time. Somos uma empresa que valoriza o capital intelectual e temos certeza que cada vez mais teremos mulheres se destacando na área”, comenta Fábio Camara, CEO da empresa.   

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.