Mr. Fit apoia novos empreendedores e negocia 23 unidades em meio à pandemia

Redação 30/06/2020
Redação 30/06/2020

Na busca do fortalecimento do empreendedorismo, mesmo em um ano que a economia do país mostra-se delicada por conta da pandemia do novo coronavírus, o Mr. Fit, maior rede de alimentação saudável do Brasil, criando soluções para manter o mercado ativo, conseguiu vender 23 franquias.

Entre as estratégias adotadas pela empresária Camila Miglhorini, CEO e fundadora da rede, estão a revisão dos valores de investimento para a abertura do próprio negócio, a isenção de taxas e a criação de modelos mais enxutos, chamados de home based. “Pensando em um cenário pós pandemia, no qual o aumento do desemprego pode ser uma das consequências desse surto no país, revimos nossos valores para atrair os novos empreendedores”, afirma.

Mesmo com as mudanças estruturais causadas pelo isolamento social, o segmento continua com uma demanda crescente, isso porque os consumidores estão cada vez mais preocupados com a saúde. De acordo com a empresária, o mercado de alimentação saudável tem muito potencial para ser explorado e será um dos que vão se recuperar mais rapidamente depois que a pandemia chegar ao fim.

Sobre o Mr. Fit

Criada em 2013, na cidade de Paulínia, interior de São Paulo, a rede Mr. Fit é pioneira em fast-food de alimentação saudável no Brasil. A ideia e formatação do negócio foi da empresária Camila Miglhorini, que depois de enfrentar dificuldades para encontrar uma comida rápida e saudável, em um mundo repleto de produtos artificiais e industrializados, fundou a franquia que oferece refeições, sanduíches e outras iguarias saudáveis, como estrogonofe de biomassa de banana e sucos funcionais, além de um cardápio low carb. A rede está presente em mais de 13 estados brasileiros e em processo de internacionalização para fincar sua bandeira na Europa e EUA.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.