Serasa oferece serviço gratuito para quem está no cadastro de inadimplentes

redacao 20/01/2011
redacao 20/01/2011

Hoje, contrair uma dívida não é algo tão difícil. Afinal, com a facilidade para abrir uma linha de crédito e com tantos incentivos para que as pessoas consumam muito, as compras descontroladas acontecem com certa frequência.

O problema se agrava quando a pessoa deixa de quitar as dívidas e seu nome vai parar em cadastros de inadimplentes, pois ela começa a sofrer muitas restrições, como a de não conseguir mais crédito e ainda ter reduzidos os limites do cartão e do cheque especial.

Foi pensando exatamente nesses consumidores que estão com o nome negativado, mas que não sabem o que fazer para regularizar suas dívidas, que a Serasa Experian criou o Serviço Gratuito de Orientação ao Cidadão.

Não sabe o que fazer? Busque ajuda gratuita
Ele é oferecido em prédios que proporcionam segurança e privacidade para o cidadão ter conforto no momento de quitar a dívida. Além disso, as instalações são equipadas com um sistema informatizado integrado, o que torna ágil o atendimento.

O Serviço funciona nas agências localizadas nas principais capitais e cidades do Brasil e, para saber informações sobre os endereços, basta ligar para o número (11) 3373-7272.

Privacidade
Outra proteção à intimidade das pessoas que têm o nome inserido em cadastros de inadimplentes é em relação à consulta a um CPF (Cadastro de Pessoa Física).

Isso porque não é tão simples consultar um documento. Não dá para fazê-lo via internet, por exemplo. Mas a pessoa precisa ir até uma agência da Serasa e apresentar a seguinte documentação:

Pessoa Física

* Próprio interessado: RG ou carteira profissional e o CPF
* Terceiros: RG ou carteira profissional, procuração com firma reconhecida e poderes específicos para consulta à Serasa.

Pessoa Jurídica

* Próprio Sócio: cartão de CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica), contrato social da empresa com registro na junta (o nome do sócio deve constar no contrato) e RG ou carteira profissional.
* Terceiros: RG ou carteira profissional, CPF, procuração ou autorização da empresa com firma reconhecida e poderes específicos para consulta a Serasa e contrato social da empresa.

Acertando as contas
De qualquer forma, regularizar uma anotação no cadastro de inadimplentes não é uma tarefa tão impossível como pensam alguns consumidores.

A pessoa que tiver o nome negativado pode negociar diretamente com a empresa que protestou a dívida e quitar aquilo que deve. Isso vai regularizar suas pendências, sem necessitar contratar os serviços de terceiros.

Afinal, assim que a pessoa paga o que deve e apresenta toda a documentação (comprovante de pagamento, o título que gerou a dívida – como um cheque, por exemplo –, entre outros documentos) para o cartório onde a dívida foi protestada e para o banco onde ela tem conta, seu nome deve ser retirado do cadastro em até cinco dias úteis.
 

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.